terça-feira, 18 de março de 2014

e planta a dança em arcanjos estáticos

[adriano lobão aragão]


e planta a dança em arcanjos estáticos
fácil arranjo de arpejo distante
entre pétalas dispersas em maio

e dançam flores em cores estanques
nesses arcanjos perdidos na luz
que em escuro silêncio se cante

e canta cores em céu difuso
entre pétala perdida no azul
e dispersa pelo jardim escuro

este teu ser multiplicado encanto
quando em silêncio planta o canto e a dança


[in ave eva, 2011]

Nenhum comentário: