domingo, 15 de janeiro de 2012

aos manifestantes presos por desafinarem o coro dos contentes

[Renato Zagrel]


Tinha pedra no caminho
impreciso da viação.
Em mal traçado destino
deixa a cidade na mão,
sentada no asfalto quente,
jogada em xadrez infausto
por alcaide que não sente
que a pedra atirada ao povo
quebra ainda mais fácil
a vidraça dos palácios.


janeiro de 2012

Nenhum comentário: