segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

amálgama #6




Em março de 2008 publicamos a sexta edição de amálgama. Como editores, contamos com: Adriano Lobão Aragão, Herasmo Braga, Sérgio Batista e Wanderson Lima.

Nas postagens subsequentes, reproduziremos o conteúdo publicado em nossa sexta edição.



EDITORIAL

Desnecessário mencionar o quanto é difícil manter uma revista literária neste país. Sabíamos desse desafio quando lançamos o primeiro número de amálgama. E atravessamos tantos infortúnios que desistir parecia ser a solução mais prática. Mas continuamos firmes e unidos, nem que fosse para publicar apenas uma única edição. Éramos então Adriano Lobão Aragão, Jeferson Probo, Sérgio Batista,Washington Ramos e Hermes Coelho, e antes da edição número 2 ser planejada, já não contávamos com o poeta e jornalista Hermes. Mas enfim, continuamos. E outros colaboradores foram sendo agregados e chegamos até uma quinta edição, publicada em agosto de 2004, com o seguinte quadro de editores: Adriano Lobão Aragão, Alexandre Bacelar, Dílson Lages Monteiro, Herasmo Braga, Ranieri Ribas, Sérgio Batista, Washington Ramos e Wanderson Lima. E depois, o silêncio. Não paramos, é claro, de manter a mesma atividade literária, editando, entre outros, Os Cactos de Lakatos, de Ranieri Ribas, e Saqueadores de Hegemonias, coletânea de artigos organizada por Wanderson Lima. Mas um empreendimento artístico-literário que em tantas pessoas provocou o desejo de participar, de colaborar, de criticar, não poderia perder-se no tempo. E estamos agora voltando a editar amálgama com a estranha sensação de, ao mesmo tempo, ser esta novamente a nossa primeira edição e de nunca termos parado de editá-la sequer por um breve instante.

Adriano Lobão Aragão









esta edição é dedicada à memória de
Alan Sampaio


que a luz do cinema acompanhe seus passos

2 comentários:

Henrique Hemidio disse...

Não conhecia essa revista, mas de qualquer forma que bom não terem parado...

Adriano Lobão Aragão disse...

Valeu Henrique. O conteúdo de todas as edições anteriores encontra-se nos arquivos do blog.