terça-feira, 26 de agosto de 2008

amálgama #2 - Vestibular UFPI 2003

Palha de Arroz, de Fontes Ibiapina


- Publicado originalmente em amálgama #2, fevereiro de 2002.


VESTIBULAR UFPI 2003
Professores comentam lista de obras indicadas


Em 11 de janeiro de 2002 a UFPI divulgou sua relação de obras literárias para o Vestibular 2003. Ei-la: Os piauienses Palha de Arroz, romance de Fontes Ibiapina; Fogo, conto de Vítor Gonçalves Neto; Tá Pronto, Seu Lobo?, livro de poemas de Paulo Machado. Da Literatura Brasileira também constam Memórias de um Sargento de Milícias, romance de Manuel Antônio de Almeida; a novela A Morte e a Morte de Quincas Berro D’Água, de Jorge Amado; e os poemas de Claro Enigma, de Carlos Drummond de Andrade. Foram indicados da Literatura Portuguesa os romances Amor de Salvação, de Camilo Castelo Branco; e Gaibeus, de Alves Redol.

A comunidade vestibulanda já começa a se assanhar com essa lista. É natural, pois toda vez que a UFPI divulga os livros do vestibular surgem os mais variados comentários entre professores e alunos. Alguns criticam, outros elogiam.
Amálgama ouviu alguns professores de Literatura e a eles transferiu o mérito dessa relação de livros organizada pelo Departamento de Letras da Federal. Vejamos o que dizem os professores.


“Nossa cultura literária é tão pobre que o talento de um escritor é menos importante que uma lista de vestibular para se comprar, editar e discutir Literatura, ou mesmo lecionar em sala de aula. Vestibular dá dinheiro, Literatura não.”
Adriano Lobão Aragão - Instituto Universitário do Piauí

“A lista é meio falha por dois motivos. Primeiro, porque não contempla escritores da maior importância como Cecília Meireles, jamais indicada nas relações de livros da UFPI. Segundo, porque inclui livros já muito estudados, como Memórias de um Sargento de Milícias e A Morte e a Morte de Quincas Berro D’Água. No lugar deste último, seria mais interessante Capitães de Areia, obra sobre um tema atualíssimo que a sociedade brasileira precisa resolver.”
Benilde Monteiro - Sistema Anglo de Ensino

“A UFPI, de maneira acertada, sugeriu oito obras para o Vestibular 2003, fazendo uma diversidade de gêneros, além de indicar livros específicos das literaturas piauiense, brasileira e portuguesa. Resta aos professores fazer a análise literária para nossos alunos.”
Carlos Jansen - Colégio Certo

“As obras indicadas não foram as melhores dos respectivos autores, mas a escolha revela ecletismo.”

Gilberto Campelo - Gilberto Campelo’s Method

“As obras indicadas demonstram um certo descaso com os nomes consagrados da nossa Literatura para beneficiar a divulgação de autores menos prestigiados. Acredito que ‘o novo sempre vem’, mas não podemos deixar que os mestres sejam esquecidos.”
Hildalene Pinheiro - Colégio Sinopse

“Embora seja divulgada com aproximadamente um ano de antecedência, há dois pontos negativos que precisam ser lembrados. Em primeiro, a quantidade de leituras indicadas. Diante da estrutura da prova – que prioriza o entendimento e a exploração de todos os recursos textuais – torna-se inviável o enfoque de oito obras em uma única prova. Cobra-se assim muito do aluno já sabendo que será explorado pouco. Não podemos esquecer que isto ocorreu no último Vestibular da UFPI. Outro ponto que é mais grave: algumas obras escolhidas não são editadas há décadas. O romance Palha de Arroz teve sua última edição em 1975. Não fossem ações louváveis do professor Cineas Santos em editar tais obras, ficaria quase impossível o acesso ao livro pelos candidatos. O Departamento de Letras e a EDUFPI poderiam perfeitamente trabalhar em parceria neste sentido. Assim, não se esperaria tanto da iniciativa privada para o resgate da Literatura Piauiense. Se não houvesse iniciativas como a do professor Cineas Santos, como isso se resolveria?”
Jorge Alberto - Gradus Vestibulares

“A cidade de Teresina, no seu sesquicentenário, é a grande homenageada no Vestibular 2003 da UFPI, pela presença de obras que a focalizam muito bem.”

Luiz Romero - Colégio Sapiens

“De todas as indicações feitas pela UFPI, esta é a mais fraca, não desmerecendo nenhuma obra ou autor nela contidos. Algumas obras batidas, outras sem a envergadura para uma análise em concurso. Nomes como Cecília Meireles novamente esquecidos. No mínimo, uma escolha desatenta.”
Nilson Ferreira - Curso Português Fácil

“Poderia ter sido melhor. Nessa lista, há obras de autores portugueses e piauienses sem expressão dentro do panorama literário nacional.”

Reginaldo Brandão - Instituto Dom Barreto

“Está cheirando demais a coisa sapecada, a sexo, a cachaça essa lista da UFPI. Excetuando-se um ou outro texto realmente clássico, o restante é Naturalismo quase total.”
Washington Ramos - Liceu Piauiense

“Costumo dizer que as universidades que adotam livros, como incentivo à leitura, merecem nosso aplauso. No Piauí, a UFPI foi pioneira, abriu caminho para que outras fizessem o mesmo. Este ano, como nos anteriores, a UFPI traz uma lista com obras da melhor qualidade, com autores expressivos das literaturas portuguesa e brasileira, incluindo três significativos escritores piauienses. Agora, cabe-nos apenas semear os livros entre a estudantada.”
Wellington Soares - Colégio ProJúris

Nenhum comentário: